PORDOSOL-slide27

Líbia com problemas

Trípoli - Segundo o governo Líbio, mais de 20 pessoas morreram nos últimos dias em conflitos com as milícias armadas que disputam o controle do aeroporto de Trípoli. Os choques causaram um grande incêndio no maior depósito de combustíveis da cidade. Os rebeldes rivais de dois povoados estão lutando acerca de um mês para controlar o aeroporto da capital do país, no pior episódio de violência desde a revolta que derrubou o ex-ditador Kadafi. A capital estava tranquila, à exceção de algumas explosões esporádicas. Mas oito tanques de gás no depósito de combustível de Trípoli, que fica próximo ao aeroporto, continuavam queimando depois que um foguete atingiu o local. O incêndio gerou uma enorme nuvem de fumaça sobre a cidade.

O Ministério do Petróleo emitiu um alerta advertindo que os tanques poderiam explodir e pediu que o Ministério da Saúde esteja preparado caso haja vítimas. As milícias de Misrata e Zintan lutaram juntas para derrubar Kadafi, mas há três anos eles se negam a baixar as armas e sua rivalidade agora leva a uma sangrenta batalha para definir ter controle da Líbia.

Read more »

PORDOSOL-slide26

Constituição nova, vida nova?

Três anos após o inicio da chamada Primavera Árabe, a Assembleia Constituinte da Tunísia aprovou a nova Constituição que rejeita o Islã como fonte principal de lei, mas estabelece ser dever do Estado “a proteção ao sagrado”.

A nova Constituição, que levou dois anos para ser concluída, chegou quase três anos após o dia da queda do presidente Zine El Abidine Ben Ali, e ainda dez dias após a morte de um vendedor de vegetais tunisiano que começou o movimento que varreria o Norte da África e o Oriente Médio. Não há lugar para uma lei sharia na nova Constituição, que tem sido bem recebida por minorias religiosas e secularistas. O artigo 6 “proíbe qualquer forma de acusação de apostasia e incitamento à violência”, enquanto o Alcorão e os ensinamentos do Profeta Maomé são ambos rejeitados como fonte de lei.

Read more »