PORDOSOL-slide25

O Vento sopra onde quer!

E a Primavera parece que não acabou.

A Assembleia Nacional da Tunísia concluiu a aprovação de todos os artigos da nova Constituição do país, pouco mais de três anos após a chamada Primavera Árabe que depôs o líder autocrático Zine el-Abidine Ben Ali, afirmaram membros da assembleia. O Legislativo fará ainda uma última votação da Constituição inteira para a sua aprovação final, em um dos últimos passos para a transição do pequeno país do norte da África à democracia plena após o levante popular de 2011.

Porém, parace que quase ninguém mais fala na Revolução de Jasmim. Na Tunísia, os três anos da fuga para a Arábia Saudita do ditador Ben Ali, em 14 de janeiro de 2011, foram comemorados por uma multidão em Túnis, a capital, e em outras cidades deste pequeno país no Norte da África, com cerca de 11 milhões de habitantes. As manifestações contra a ditadura de três décadas de Ben Ali deram o ponta-pé inicial no que ficou conhecido como Primavera Árabe: um rastilho de revoltas populares que se propagou pelo mundo árabe, para derrubar regimes autoritários, em busca de liberdade e melhores condições de vida.

Read more »

PORDOSOL-slide24

Enquanto isso…

O que o Natal significa para os muçulmanos?

O Natal não é comemorado, salvo entre as minorias: comunidades cristãs. Na África do Norte também é assim, mas não publicamente. Para um ocidental, a ausência dos costumes habituais como sons e as práticas de Natal, é impressionante (podendo ser até deprimente). Vá para as ruas e lojas, você não verá árvores de Natal ou enfeites. Ligue a TV ou rádio e você não vai encontrar programas alusivos e nada que mostre sinais da festa. Não existe o chamado “Espírito de Natal”.

Mas isso não significa que os muçulmanos são ignorantes a data. Mas a compreensão que eles possuem deixa a desejar. No norte da África, por exemplo, é comumente visto como um feriado “europeu”. Com base em observações locais, representa uma grande festa, com muita comida, bebidas (e ficar bêbado).A mensagem bíblica da Encarnação, que proclamamos ser o verdadeiro significado do Natal, não é o esclarecimento que eles deveriam ter.

Read more »